UFPA + Museus de Belém (3/5)

(see english below)

Hoje cedo, a convite da Prof. Roberta Rodrigues, fizemos uma vista ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFPA (Universidade Federal do Pará), onde Andrea deu uma palestra sobre seus trabalhos de design e sobre o projeto Objetos da Floresta.

A palestra foi seguida de uma intensa conversa com os alunos e demais ouvintes, todos muito interessados e críticos, onde falamos da banalização do olhar cotidiano e de elementos da cultura popular; da questão sustentabilidade versus tecnologia; das transformações do mercado de trabalho no design e arquitetura; além da necessidade de maior experimentalismo e de uma postura propositiva numa nova geração de profissionais de artes aplicadas. Foi especialmente elogiado o aspecto do resgate cultural do nosso projeto e de sua aplicação num contexto contemporâneo, onde as relações homem-natureza necessitam revisão.

No meio destas discussões, uma aluna comentou um detalhe que não conhecíamos, que se relaciona ao design e à Belém. Ela contou que é muito comum a venda de açaí na porta de algumas casas da periferia, e, para sinalizar que têm açaí, os vendedores possuem um “código”. Eles fazem e penduram na porta de suas casas um objeto que é uma luminária: meia garrafa pet pintada de vermelho com uma luz dentro. Se a luz está acesa, de longe o freguês sabe que está aberto e que tem açaí.

Depois desta conversa, tivemos um almoço animado com a Roberta e com o diretor da unidade, Prof. Juliano Ximenes. Comentando sobre o caso do açaí, Juliano lembrou da foto de um artista de Belém chamado Luiz Braga. O portfolio deste fotógrafo possui muitas imagens feitas aqui na região, que ele retrata de uma forma poética e com um uso único de cor e luzes.

Tentamos à tarde ir à Icoaraci – cidade vizinha, pólo produtor de cerâmica artesanal. Ouvimos dizer que lá os objetos são baseados na coleção de cerâmica marajoara do Museu Goeldi. Também ouvimos dizer que a produção é muito “turística”, que os artesãos temem a concorrência dos designers, e que há muito preconceito de “intelectuais” com o que é feito lá. Essas informações nos instigaram a planejar uma visita, mas há duas obras na estrada de acesso e o trânsito não nos permitiu chegar à Icoaraci…

Voltamos à Belém e aproveitamos o fim da tarde para visitar dois museus: o acervo da Casa das Onze Janelas e o Museu do Encontro, no Forte do Presépio. No primeiro, chamaram a atenção alguns desenhos de um artista dos anos 20 chamado Manoel Pastana, que projetou móveis e painéis com motivos amazônicos. Já no Museu do Encontro, vimos uma exposição que continha alguns exemplares da verdadeira e autêntica cerâmica Marajoara, datada de muitos séculos atrás.

Abaixo, “Lâmpada açaí” – de Luiz Braga (acervo online MAM); desenhos de frisa decorativa com motivo caranguejo e luminária com motivo jabuti da mata por Manoel Pastana; e urna funerária Marajoara.

 

This morning, invited by teacher Roberta Rodrigues, we made a visit to the Department of Architecture and Urbanism of UFPA (University of Pará), where Andrea gave a lecture on her design works including the project Objetos da Floresta.

The lecture was followed by an intense talk with the students and public, who had an interested and critical view. We spoke about the trivialization of our daily life and of our cultural elements; the issue of sustainability versus technology; the change of the architecture and design work fields; besides the need of a more experimental and propositive posture in the new generation of applied arts professionals. The aspect of reconsidering the local culture and applying it in contemporary contexts, inherent to our project, was especially praised by our audience, who also believes that the relationship between man and nature needs revision.

In the middle of these discussions, a student made a comment about something we didn’t knew, related to design and to Belém. She told us that here it is very common to sell açaí (a local juice fruit) in front of the house’s doors in the suburbs. To show that they have the product, the sellers have a “code” with their clients. They create and they hang on their doors an object that is a lamp: they paint a pet bottle red and cut it half, putting a lamp inside. If the light is on, the clients know that it is because it’s open and there’s fresh açaí.

After this talk, we had an enjoyable lunch with Roberta and the Department Director, Prof. Juliano Ximenes. Still commenting on the açaí “culture”, Juliano remembered the picture that a local artist, Luiz Braga, made out of it. The portfolio of this photographer has many images taken around Belém’s area, and he depicts it in a poetic way, with an unique use of light and colors.

In the afternoon we tried to go to Icoaraci – a neighbour city, pole of artisanal ceramics. We heard that the objects there are based on the collection of marajoara ceramics of the Goeldi Museum. We also heard that the local production is very “touristic”, that the artisans are afraid of the competition with designers and the “intelectuals” have prejudices with the things that are made there. These information made us willing to make a visit, however at the moment there are two constructions in the road and the huge traffic jam didn’t let us arrive there…

We came back to Belém and used our late afternoon hours to see two museums: the House of the Eleven Windows and the Museu do Encontro, at the Forte do Presépio. In the first, what came out were some drawings of an artist of the 20’s called Manoel Pastana, who designed furniture and pannels with amazonic themes. At the Museu do Encontro, we saw an exhibition that had some examples of the authentic Marajoara Ceramics, from centuries ago.

Above, “Lâmpada açaí” – from Luiz Braga (online archive MAM); drawings of wallpaper (crab theme) and lamp (turtle theme) by Manoel Pastana; and Marajoara funerary urn.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: